Malawi dá ‘exemplo’ ao Brasil após confusão nas arquibancadas

O Campeonato Brasileiro 2013 terminou com uma batalha fora dos gramados – briga entre torcedores de Atlético-PR e Vasco nas arquibancadas da Arena Joinville. Infelizmente, fato comum pelo mundo, mas que no Brasil acaba não resultando em punição para os clubes – ou, pelo menos, com penas brandas –, como aconteceu na última temporada para Atlético-PR e Vasco.

Longe daqui, no Malawi, a competição nacional de futebol quase não teve fim pelo mesmo motivo, mas com sequelas diretas ainda mais graves: um morto e 20 feridos, sendo seis gravemente, além de agressões a jornalistas, na partida entre Mighty Wanderers e o campeão Silver Strikers – o torneio teve fim em 18 de fevereiro, veja mais abaixo. O intuito não é comparar as tragédias acontecidas fora do campo, mas sim as consequências geradas em função deste fato para os clubes – seja isto positivo, ou negativo.

No país africano, depois de um mês e meio de embates na justiça – veja mais detalhes abaixo –, Wanderers e Strikers foram multados em R$ 2.700 e R$ 9.200, respectivamente, e com punição a ser cumprida na próxima edição da Super League (campeonato nacional) com perda de pontos – 6 para os Wanderers e 9 para os Strikers.

Vale lembrar que a vexatória pancadaria entre as torcidas de Atlético-PR e Vasco na última rodada do torneio terminou com quatro feridos, 31 torcedores denunciados no caso – sendo que 20 já foram soltos – e uma frustrada revolta vascaína na justiça com o intuito de permanecer na elite do futebol nacional. No país africano duas prisões de torcedores envolvidos na confusão foram feitas, mas nada foi noticiado sobre a atual situação destas pessoas.

Conheça o caso completo no Malawi

A partida entre Mighty Wanderers e Silver Strikers teve início em 28 de dezembro de 2013, mas foi concluída apenas no dia 18 de fevereiro do ano seguinte. Os Bankers – como é conhecido o Silver Strikers – precisavam de apenas um ponto na última rodada do torneio disputada no fim dezembro para serem campeões nacionais; eles venciam por 1 a 0 quando, aos 16 minutos do segundo tempo, uma confusão nas arquibancadas interrompeu o jogo. Resultado: um morto e 20 feridos.

Resumindo, dois replays foram marcados para os dias 5 e 26 de janeiro e boicotados, enquanto as punições na escala jurídica também eram alteradas – começando com suspensões e grandes multas e tendo fim com penas financeiras menores e perdas de pontos no próximo torneio – mais detalhes nos links abaixo.

Um novo jogo teve início – e não desde os 16 min do 2º tempo – no dia 18 de fevereiro e vencido pelo Silver Strikers por 2 a 1, fato que finalmente o declarou campeão da temporada.

Fontes: *RSSSF –Super League Malawi 2013/14

* Times Media MW – Silver Strikers retain TNM Championship

* Malawi Voice – Silver Strikers FC press statement on violence (detalhado relato sobre a confusão no Malawi)

* Eltas Zone – Sulom suspends Silver Strikers and Mighty Wanderers over Balaka deadly violence

*BBC – Silver Strikers win Malawi league as season finally ends

* BBC – Fan dies and 20 injured in Malawi football violence

Sobre fmvalmeida

Jornalista fascinado pela África, Esportes, Internet e tudo que esta profissão proporciona. Contato: fmvalmeida@yahoo.com.br Twitter: @fmvalmeida Facebook: /fmvalmeida
Esta entrada foi publicada em Malawi com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s