Fotografando conflitos

O fotógrafo John Moore esteve na queda de Hosni Mubarak em Cairo, Egito, cobriu os protestos no Bahrein e fez imagens dos conflitos na Líbia. Esta viagem de seis semanas foi, segundo ele próprio, seu trabalho mais pesado de todos. E isto significa muito vindo de um profissional que presenciou vários outros conflitos como, por exemplo, na Somália em 1992, Bósnia em 1995 e no Afeganistão em 1996.

Há mais de 20 anos na profissão, John Moore começou sua carreira na universidade fazendo fotos para jornais americanos. Sua primeira experiência internacional foi na Nicarágua, já contratado pela Associated Press (AP), empresa onde ficou por 14 anos. Pela AP passou por países como Índia, África do Sul, México e Egito. Em 2005, ele deixou a AP para integrar a equipe da Getty Images, companhia que o designou para regiões do Oriente Médio, sul da Ásia e África.

Nesta última incursão feita pelo Egito – duas semanas –, Bahrein – uma semana – e Líbia – três semanas –, John Moore destaca na capital egípcia Cairo a união de praticamente todas as classes contra o poder ditatorial do egípcio Hosni Mubarak, a emoção da população após o anúncio da queda do ditador – e a dificuldade de fazer fotos deste sentimento sem a quantidade de luz apropriada, já que era noite – e como esta revolução inspirou outros países. No Bahrein, o fotógrafo teve todo seu equipamento detido na entrada do país e teve que comprar uma aparelhagem amadora para registrar a violência da polícia contra os protestantes e os consequentes funerais. Já na Líbia, local mais violento da viagem de acordo com o fotógrafo, John Moore fez fotos dos conflitos em Benghazi entre as forças pró Muammar Kadafi e os rebeldes. Quando os revoltosos começaram a perder campo na batalha e a culpar a mídia por isto, John Moore saiu do país e foi para o Cairo, de onde partiu para sua casa em Denver.

Veja abaixo um vídeo com algumas fotos desta viagem de John Moore e seu relato dos dias no Egito, Bahrein e Líbia.

Dica do Juarez Tanure.

*Links com as informações contidas no texto: vídeo no Vimeo, entrevista para a NewsHour e entrevista para a RawTake.

Sobre fmvalmeida

Jornalista fascinado pela África, Esportes, Internet e tudo que esta profissão proporciona. Contato: fmvalmeida@yahoo.com.br Twitter: @fmvalmeida Facebook: /fmvalmeida
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s