A complexa relação entre Egito e EUA

Aliado dos Estados Unidos na região árabe desde o acordo de paz com Israel, o Egito é alvo de bilhões de dólares anualmente do governo americano. Em 2010, por exemplo, o país de Hosni Mubarak foi gratificado com U$ 1,3 bilhão em auxilio militar e U$ 250 milhões em ajuda financeira para outros fins. Isto mostra uma das assistências fornecidas por mãos americanas ao país africano. Contudo, temos de contar também com as empresas da terra de Barack Obama e suas interferências contra e a favor da democracia no Egito.

Segundo documento de 2007 revelado pelo Wikileaks, a Agência Americana para o desenvolvimento Internacional (Usaid) – instituição que atua em diversos países do globo, como o Malawi – esboçava injetar mais de U$ 140 milhões em 2008 e 2009 em grupos do Egito que tinham o intuito de promover a democracia no país. É incerto, porém, afirmar que essa ação da Usaid ajudou a incitar os protestos vistos nos últimos dias em várias cidades do Egito contra Mubarak, mas certamente não foi um ato que seguiu o interesse do governo americano – forçar uma estabilidade política num país pró Estados Unidos no mundo árabe.

Mais próxima da linha de pensamento do governo americano, uma empresa de tecnologia dos EUA chamada Narus vem, segundo a Al Jazeera, supostamente vendendo ao Egito equipamentos sofisticados para espionar e controlar usuários de internet. Com essas ferramentas, ainda de acordo com a emissora, o governo egípcio tem o poder de saber quais cidadãos estão postando críticas ou organizando protestos através da internet e telefones celulares. É válido lembrar que Obama foi um dos muitos líderes de Estado que foram contra as censuras impostas por Mubarak durante a revolta popular nestes últimos dias.

Acredito que seja impossível – ou não? – um governo controlar todas as ações das empresas de seu país, mas os exemplos citados acima não deixam de expor a complexa relação vigente entre Egito e EUA.

* O vídeo com a reportagem da Al Jazeera citada acima pode ser visto clicando aqui. Uma matéria da Boston.com sobre os bilhões de dólares investidos pelo governo americano no Egito pode ser lida clicando aqui.

Sobre fmvalmeida

Jornalista fascinado pela África, Esportes, Internet e tudo que esta profissão proporciona. Contato: fmvalmeida@yahoo.com.br Twitter: @fmvalmeida Facebook: /fmvalmeida
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s