República Centro-Africana – Novo caos eleitoral ?

A República Centro Africana (RCA) escolherá amanhã (23) quem será o presidente – e formará o Parlamento – do país nos próximos cinco anos. A votação para a presidência reunirá nomes fortes da política local e conflitos são mais do que esperados durante e após a contagem dos votos. O atual presidente François Bozizé tentará a reeleição e concorrerá com mais outros quatro candidatos. Seus principais adversários são o ex-presidente deposto Ange-Félix Patassé, o ex-primeiro ministro Martin Ziguélé e o ex-ministro da defesa e atual líder de um grupo rebelde do país, Jean-Jacques Démafouth.

Vale dizer que Bozizé subiu ao poder máximo da RCA após liderar uma rebelião, em 2003, contra o então presidente Ange-Félix Patassé. Depois de um governo de transição – que durou entre 03 e 05 –, Bozizé venceu as eleições presidenciais de 2005, que teve como principais concorrentes o ex-presidente André Kolingba – que ficou fora do segundo turno – e o ex-primeiro ministro Martin Ziguelé, que fez parte do governo de Patassé entre 2001 e 2003. Este último foi impedido de concorrer às eleições de 2005. Na primeira eleição – dita – democrática da história da RCA, em 1993, Bozizé obteve míseros 1,5% dos votos contra os 37,3% do presidente eleito Patassé, que se elegeu no segundo turno. Ange-Félix Patassé foi presidente nestes quase dez anos – entre 93 e 2003 – e, assim como os demais presidentes, levou o país às últimas posições do ranking do IDH e a ser uma das nações mais famintas de todo o mundo.

Já Jean-Jacques Démafouth é líder do ‘Exército Popular para a Restauração da Democracia’ (EPRD) – L’Armée Populaire pour la restauration de la république et la démocratie –, um grupo rebelde formado em 2006 com o objetivo de tirar Bozizé do poder. Em 2007, porém, o EPRD foi um dos grupos rebeldes que assinou o tratado de paz e, em 2009, entrou para o governo de coalizão que ainda vigora.

Depois de apresentar os candidatos à presidência, é necessário pontuar também os vários ‘atrasos’ de uma eleição que estava inicialmente marcada para dia 18 de abril de 2010 e será realizada praticamente nove meses depois. Um dos motivos de todo esse prolongamento foi a insatisfação dos opositores com Joseph Binguimalé, presidente da Comissão Eleitoral Independente, dito tendencioso e partidário do atual presidente Bozizé. A violência de grupos rebeldes que atuam principalmente no sudeste – como o ‘Exército de Resistência do Lord de Uganda – e noroeste do país também preocupa os observadores internacionais, segundo a allAfrica.com.

Especialistas ouvidos por agências internacionais, como a Agência Brasil, dizem temer novos atos de violência e a ocorrência de um cenário como visto atualmente na Costa do Marfim. É imprevisível quem sairá vencedor nestas eleições na RCA. Porém, como na maioria dos países africanos, quem está no poder costuma ter uma ótima vantagem.

*Para saber de outros detalhes e do desenrolar das eleições, sugiro o allAfrica.com (em inglês), ou até o AngolaPress (em português). Mas, como sempre, outros links já citados aqui no blog – como os que estão nas listas ao lado – também são recomendados.

Sobre fmvalmeida

Jornalista fascinado pela África, Esportes, Internet e tudo que esta profissão proporciona. Contato: fmvalmeida@yahoo.com.br Twitter: @fmvalmeida Facebook: /fmvalmeida
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a República Centro-Africana – Novo caos eleitoral ?

  1. Pingback: Tweets that mention República Centro-Africana – Novo caos eleitoral ? | Destino África -- Topsy.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s