Graça Machel – Milênio

Ouvir os relatos e pensamentos de uma pessoa com uma vivência extensa e incrível é sempre enriquecedor. Conhecia a vida de Graça Machel apenas superficialmente. Sabia somente de sua ligação com a independência de Moçambique sendo guerrilheira da Frelimo e de seus relacionamentos com os revolucionários Samora Machel e Nelson Mandela. Porém, como ela mesma diz, ambos a deram vasta liberdade para ter suas próprias ideias, realizações e ideais.

Graça Machel (Créditos: Stephen Lovekin/Getty Images North America)

Em uma entrevista para Tonico Ferreira, no programa Milênio – Globo News –, Graça comenta sobre a mudança em sua vida após a morte de Samora Machel, das dificuldades enfrentadas pela África no embate contra a AIDS, do futuro da África e de outros assuntos. Tentarei resumir em tópicos alguns pontos da entrevista:

– Morte de Samora: “(Mudou minha vida) profundamente. Eu nunca mais fui a mesma pessoa. (…) Mas eu tinha razões muito fortes para continuar a viver.

– Mandela: Casados “intelectualmente”. Provavelmente já viveram seus grandes amores na vida, mas têm muito a compartilhar e realmente se identificam.

– AIDS: 1. “Temos de ganhar a batalha da prevenção. Isso não está a acontecer num ritmo que nós desejarmos, apesar de grandes investimentos feitos em campanhas de sensibilização e conscientização das pessoas. 2.Precisamos expandir o acesso ao tratamento. 3. Crianças órfãs. Saber criar esse tipo de pessoa.”

– Futuro da África:
1. “Africa está num processo de se redefinir, de se reencontrar e estabelecer suas próprias opções profundas menos influenciadas pela herança colonial.”
2. Classe média começa a assumir a responsabilidade. Jovens que cresceram numa África livre, independente. É essa classe que está a transformar o nosso continente.
3. “Em olhos de pessoas menos atentos pode-se pensar que a África é aquela só da pobreza, da AIDS, da malária, etc. Mas há realmente uma transformação profunda que está vindo de baixo. É um continente grande, é um continente velho que se está a rodar e portanto é uma rodagem lenta. Mas eu acredito, para sumarizar, hoje o mundo olha para a Ásia como o continente que está a emergir com grande força. Amanhã é África. Quem for atento deve começar a olhar para a África como destino daquilo que, nas próximas duas três décadas, a África vai ser o centro de atração para investimentos, para crescimento. Já está a começar e vai ser sem dúvida nenhuma. O ciclo pode ter saído do ocidente e passado pela Ásia, mas volta para o continente velho, para a África mãe. Eu acredito nisso!”

Sobre fmvalmeida

Jornalista fascinado pela África, Esportes, Internet e tudo que esta profissão proporciona. Contato: fmvalmeida@yahoo.com.br Twitter: @fmvalmeida Facebook: /fmvalmeida
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

2 respostas a Graça Machel – Milênio

  1. Pingback: Tweets that mention Graça Machel – Milênio | Destino África -- Topsy.com

  2. Pingback: O verdadeiro tamanho da África | Destino África

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s