Malawi – The warm heart of Africa

Malawi é um pequeno país do sudeste da África sem saída para o mar, mas banhado pelo antigo Lago Niassa, hoje conhecido como Lago Malawi. Pouco divulgada na mídia mundial, a nação é descrita como o “coração quente da África” por gozar da boa hospitalidade e receptividade com os estrangeiros. A ausência de uma guerra civil em sua história também ajuda o país a ter certa estabilidade em sua segurança, atraindo alguns turistas, principalmente da Europa. Apesar dessas vantagens, Malawi sofre com a AIDS e a pobreza de sua sociedade. Quase 12% da população está infectada pelo HIV, com o índice chegando a perto de 20% de contaminados em algumas áreas do país.

No fim de agosto tive a oportunidade de visitar o país. A viagem de duas semanas surgiu graças a Rodrigo Ferreira, meu primo que participa do projeto Restored Hope for Orphans and Vulnerable Children. Como diz o nome, este projeto tem como objetivo dar o amparo indispensável para órfãos e suas famílias, especificamente em um distrito ao norte de Malawi, chamado Karonga. A ligação de Rodrigo com a instituição tem um nome: Tom Popp. Este americano com seus quase 70 anos esteve no país africano pela primeira vez entre 1964 e 66 através de um programa de voluntariado do governo dos Estados Unidos chamado Peace Corp. Anos depois, teve a ideia de formar a Restored Hope em conjunto com a ONG malawiana Foundation for Community Support Servicer (FOCUS). Resumidamente, a FOCUS é a base de todo o processo, desde a contratação de empregados de Karonga até a manutenção de toda a verba arrecadada pela Restored Hope.

A cidade de Karonga, capital do distrito de mesmo nome, tem pouco menos de 45 mil habitantes e é cortada pela M1, a principal estrada que leva à Tanzânia, há apenas 45 quilômetros de distância. Como consequência disso, grande parte do comércio, hotéis, bancos e outras necessidades ficam ao longo desta rodovia, apesar de Karonga estar à margem do Lago Malawi. As diversas vilas, onde mora toda a população de Karonga, também ficam próximas à M1 e, assim como em outras regiões africanas, não possuem saneamento básico e pouca ou nenhuma água potável. Tive a oportunidade de visitar por três vezes a Vila Mwanjabala e conheci diversas pessoas que, apesar de viverem nestas condições, este ano não presenciaram a fome, simplesmente por causa da boa colheita de milho, arroz, mandioca e outros alimentos para a subsistência daquele povoado.

Provei da imensa hospitalidade dos moradores locais e também da culinária malawiana/africana. A nsima é o alimento base da cozinha do país e uma arte daquele povo. Feita de milho branco triturado e água, ela é similar a outros pratos do restante da África e largamente consumida nas vilas e restaurantes de todo o país.

Voltei fascinado pelo povo daquele continente e com um desejo de voltar para explorar ainda mais todos aqueles países. Apesar da pobreza (entre 182 países no ranking do IDH da ONU, está no 160º lugar), do governo burocrático e autoritário (enquanto eu estava lá, o presidente disse que prenderá “quem publicar algo que difame o país”) e de todas as dificuldades pela falta de alguns recursos básicos (menos de 10% da população tem água encanada, segundo a Fundação Mo Ibrahim), o povo malawiano permanece com um sorriso constante na cara e se empolga com uma ingênua foto, ou com as simples conquistas da sua seleção de futebol.

*Resumo da minha rápida estadia no Malawi. Este texto tem trechos de outros que já postei aqui no blog.

Sobre fmvalmeida

Jornalista fascinado pela África, Esportes, Internet e tudo que esta profissão proporciona. Contato: fmvalmeida@yahoo.com.br Twitter: @fmvalmeida Facebook: /fmvalmeida
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Malawi – The warm heart of Africa

  1. Pingback: Diversão feminina | Destino África

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s