Visto Malawi

Para pisar em solo malawiano é necessário visto. Teoricamente, esta licença é obtida em São Paulo capital em uma espécie de consulado honorário especial do Malawi, sem endereço na internet, mas com todas as pompas de algo oficial. Contudo, o visto oficial extraído no Brasil – que na verdade não passa de um carimbo com assinatura – não é aceito no Malawi. Isto pelo menos foi o que acontecia em 2005. Hoje, o tal consulado honorário especial continua na mesma cidade e talvez com o mesmo serviço ineficaz. Alertado por meu primo que já tivera a desagradável experiência de tirar dois vistos para o mesmo país em uma mesma viagem, embarquei, às 11h50, de Belo Horizonte para São Paulo com o intuito de pegar a conexão para Johanesburgo, África do Sul, sem o documento anexado no meu passaporte.

Em BH, sem problemas; consegui até despachar minha mala/mochila direto para Lilongwe, capital malawiana. O primeiro desconforto aconteceria em São Paulo. Fomos – eu e Rodrigo – impedidos de pegar nossas passagens até Lilongwe. Teríamos então de refazer o check-in em Joburg. Como esperado, enfrentamos já em solo africano uma grande fila desnecessária para o check-in e outra, impossível de ser evitada, para adentrar a sala de embarque.

O aeroporto de Johanesburgo representa alguns feitos positivos que a Copa do Mundo levou para o país: benefícios necessários para a cidade e para o país feitos rapidamente. Ele mostra, por exemplo, um dos pontos que Belo Horizonte – cotada inclusive para abrir a Copa de 2014 – ainda precisa melhorar, e muito. Infelizmente, pelo menos para mim, ficamos poucos minutos na África do Sul e apenas no aeroporto, que, mesmo depois de mais um mês do fim da Copa, ainda guardava resquícios do evento mundial como cartazes com os principais jogadores africanos e lojas abarrotadas com produtos dos Bafanas Bafanas.

A tensão em relação ao visto foi cessada em Joburg ao recebermos o ok para embarcamos para Lilongwe. O clássico ‘cara-crachá’ foi aplicado após minutos de aflição no qual a funcionária da South African Airlines verificada os nossos assentos e outros detalhes da passagem.  A parte do passaporte que deveria conter algum visto para o Malawi nem sequer foi checada.

Ao desembarcarmos em Lilongwe enfrentamos o verdadeiro caos burocrático africano. Sem necessidade, encaramos uma demorada fila para apresentarmos o passaporte às autoridades malawianas. Depois de minutos conversando sobre novela brasileira com uma moçambicana na fila, fomos para um espaço para tirar nossos vistos. Esta área continha apenas uma mesa com três funcionários sentados e, pelo menos, um em pé. Em cima da mesa, passaportes de várias partes do mundo, declarações de bens, folhas para o visto e notas de dólares. Tudo espalhado e com uma falta de organização entendida apenas por eles. Depois de carimbos, assinaturas e uma folha própria representando o visto, estávamos finalmente autorizados a seguir nosso caminho em terras malawianas.

Área do aeroporto após "conquistar" o visto e pegar as mochilas

Sobre fmvalmeida

Jornalista fascinado pela África, Esportes, Internet e tudo que esta profissão proporciona. Contato: fmvalmeida@yahoo.com.br Twitter: @fmvalmeida Facebook: /fmvalmeida
Esta entrada foi publicada em Malawi com as etiquetas , , , . ligação permanente.

7 respostas a Visto Malawi

  1. Márcia diz:

    Olá… estamos indo para o Malawi e já desistimos de fazer o visto para esse país aqui no Brasil. Depois de procurar informações que não nos levaram a lugar nenhum e por várias tentativas ligar para o número do consulado honorário de São Paulo sem sucesso, o jeito é encarar as dificuldades em solo Africano como vcs fizeram. O comentário já valeu como dica. Grata!

  2. Guilherme diz:

    Olá. Estou indo à trabalho para Lilongwe e nao consigo reunir muitas informações sobre o local. Voce saberia me dizer algum lugar para se hospedar ou algumas dicas sobre a cidade? Obrigado

  3. Paula Marques Meyer diz:

    Oi Fernando:
    após MUITA busca e ligações telefônicas, descobri que o Consulado de SP se mudou para Brasília. O visto custa U$100,00 que vc deposita na conta da Embaixada, manda o passaporte por sedex, pago ida e volta, e em uma semana passaporte com visto estará na sua mão. Incrível!

    Endereço:
    SHIS QI 15 CONJUNTO 03 CASA 01
    LAGO SUL- BRASÍLIA -DF
    CEP 71635-230
    Contato: GLÁDIS ELISA ATKINSON ;

    Att., Paula Meyer.

    • Renato diz:

      Paula, pretendo ir pro Malaui e vi seu post aqui. Queria saber se vc sabe o que eu preciso enviar pra esse endereço, além do passaporte. Se puder me esclarecer, vai me ajudar muuuuito. Obrigado. Bjos Renato

  4. ELINOR LANGE KEMP diz:

    I live in Canada. But I am Brazilian.
    Can you tell me if I can get the VISA to Malawi hire in Ottawa.

  5. Daniel Thomas Mphamba diz:

    Se alguém quiser saber mais sobre o Malawi, procure saber comigo porque é minha terra natal. Estou aqui no Brasil cursando.
    If some one needs to know more about Malawi, try to find out with me.

  6. Michel Rosa diz:

    Contacto possíveis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s